A nova Arena do Grêmio – 2 problemas que deveriam ser avaliados

Como já afirmei há alguns dias, mesmo sendo colorado não tenho nenhum problema em admitir a imponência, a qualidade, a concepção moderna da nova Arena do Grêmio. Sou daqueles que sempre vê o crescimento do rival como uma oportunidade de identificar valor e, a partir daí, buscar formas de sobrepujá-lo. Nesse sentido, olhando fotos atuais da Arena e admirando sua beleza, vejo 2 fatores internos (não falarei sobre os vários problemas externos do entorno) que vão na contramão do conceito ‘filosófico’ do novo estádio. São eles, o fosso, em volta de todo o interior do estádio, e a área sem cadeiras.

 

Em relação ao fosso, primeiro vejo que um estádio de conceito moderno não deveria ter este tipo de recurso, até porque o formato de fosso da Arena não protege nada nem ninguém! Se a ideia era ter um fosso que evitasse possíveis invasões, este deveria ser de uma dimensão maior, pois, nessa dimensão não evitará o acesso de quem quiser delinquir. É muito fácil saltar sobre o mesmo! Além de que há várias partes com acessos via escadinhas (que são itens de segurança em caso de tumulto nas arquibancadas). Infelizmente, vejo esse fosso da Arena como um item de risco, e não de proteção, pois as pessoas podem acabar caindo em seu interior, o que proporcionaria sérias lesões ao público. Já que a Arena vem p/ mudar conceitos no Brasil, deveria apostar em mudar conceitos também de comportamento de seus torcedores!

 

Sobre a área sem cadeiras, atrás de um dos gols no anel inferior, a tão falada ‘área da Geral’, trata-se de um contrassenso ainda maior em relação ao conceito de mais moderno estádio da América Latina. É um tremendo disparate permitir que uma das partes da novíssima Arena seja uma espécie de ‘Coreia de luxo’! E não há como não caracterizar assim, pois aqueles pequenos degraus (15 cm de altura) são similares aos que havia nas extintas áreas da Geral do Maracanã, Mineirão e na ainda existente, mas não mais utilizada, no Serra Dourada. Nesses setores, os torcedores são estimulados a não sentarem, visto que o tamanho do degrau não permite isso de maneira minimamente confortável. E tal situação não é permitida pelo estatuto do torcedor há vários anos! Esse é mais um detalhe que não é coerente com a nova casa gremista.

 

Portanto, dentro da grandeza e modernidade da nova Arena Tricolor, vejo estes 2 pontos como algo a se melhorar! Não tenho dúvidas de que são detalhes que diminuem a imensa qualificação do estádio, principalmente, na visão de torcedores e imprensa de fora do Brasil. A imagem abaixo, de Richard Ducker, mostra esses 2 pontos discutidos aqui.

 

Arena Grêmio - foto de Richard Ducker

Anúncios

About Daniel Mello

Coordenador Comercial na Infoar - Mais Continental; Consultor em Marketing Direto e MKT de Relacionamento; Professor de Língua Portuguesa. Um profissional dedicado aos encantos da área comercial e aos mistérios da Comunicação Escrita e Produção de Textos! Um cara sempre em busca de aprendizado. E pronto para dividir expectativas, anseios e um pouquinho de conteúdo! ;)
Esta entrada foi publicada em Esportes e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s