Rivalidade, Imbecilidade e (o risco da) Violência

A violência entre as torcidas de futebol existe há muito tempo, infelizmente. Também, algumas flautas mais fortes e ríspidas entre amigos que são torcedores de clubes rivais acontecem há tempos. Porém, antigamente isso era papo de bar, papo de cafezinho, era apenas uma conversa que em alguns momentos ocorria em tons mais altos. Por outro lado, atualmente, na era das redes sociais, as ‘ideias’ sobre flauta e corneta tornaram-se amplas e irrestritas, o que, de certa forma, não deveria ser visto como algo ruim. O que realmente se tornou ruim é a qualidade desse tal ‘debate’, é a forma como esse embate entre torcedores tem sido executado.

Muitos que antes nunca conseguiram criar um raciocínio mínimo em termos de ‘flautear’ e brincar com o adversário, agora podem compartilhar as ‘informações’ desenvolvidas por outros colegas de mesmo lado. E aí que o negócio tomou vulto, tomou corpo e dimensão! Todos possuem voz, mesmo que essa voz não seja sua, seja apenas um longínquo eco de criatividade alheia. Seria muito legal se todas essas ‘informações’ fossem, de fato, algo que, apesar da brincadeira, informasse (e não desinformasse) e não gerasse atritos. Sempre fui a favor da boa flauta, da boa corneta. Mas para ser boa deve haver, no mínimo, um fundo de verdade (nem vou falar em inteligência). Corneta e flauta baseadas em mentiras, em invencionices, não são sadias. E, a partir de premissas falsas, é que o espaço para a intolerância começa a ser desbravado.

Nesse campo vasto da intolerância, a tentativa de trabalhar a razão, mesmo que sempre seja carregada de emoção no âmbito da flauta, se perde e a imbecilidade e a violência tomam conta dessas brincadeiras. Compartilhamentos de fatos inverídicos surgem e montagens caricaturais são defendidas como verdade absoluta. E, ainda, a exacerbação de adjetivos que desqualificam o adversário torna-se rotina, chegando ao ponto de ocorrerem ofensas sérias e até apologia ao racismo. A facilidade destes compartilhamentos faz com que todos possam se esconder em uma voz coletiva, transformando pessoas em seres irracionais. Nesses casos, a coletividade se traveste de uma chama que se propaga carregando a imbecilidade e a demência de muitos torcedores. E essas chamas alcançam distâncias consideráveis e inimagináveis…

No entanto, o grande problema que vejo dentro dessa radicalização do comportamento de torcedores nas Redes Sociais é o de que esse mal avance para além das telas dos dispositivos de conexão. Alguns fatos já ocorreram, nesse sentido, mas ainda há o risco de que essa demência alcance uma dimensão ainda maior do que já existiu e de que nem podemos imaginar. A conclusão que chego é de que as pessoas não sabem mais brincar, quando o assunto é futebol, flauta, corneta. Parece que a brincadeira sadia virou uma ofensa gravíssima, tendo como reação a mentira e a falsidade. E, a partir daí, com o fim dos valores, o radicalismo aparece, a imbecilidade floresce e a violência (mesmo que verbal e moral) reaparece. Só rogo para que a violência (com o risco de que seja física) não se amplifique e que suspiros de inteligência preencham o vazio que a imbecilidade insiste em não abrir em um tema que deveria ser agradável e aprazível. Não seria bem mais legal que houvesse sempre a harmonia retratada na imagem abaixo?

Anúncios

About Daniel Mello

Coordenador Comercial na Infoar - Mais Continental; Consultor em Marketing Direto e MKT de Relacionamento; Professor de Língua Portuguesa. Um profissional dedicado aos encantos da área comercial e aos mistérios da Comunicação Escrita e Produção de Textos! Um cara sempre em busca de aprendizado. E pronto para dividir expectativas, anseios e um pouquinho de conteúdo! ;)
Esta entrada foi publicada em Esportes e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s