Um novo formato para os campeonatos estaduais de futebol – Gauchão

Muito tem se falado sobre os campeonatos estaduais de futebol e sua face deficitária, além de que sua presença “atrapalha” o calendário dos grandes clubes. Porém, não vejo propostas de fórmulas plausíveis e adequadas à realidade que estes campeonatos têm na cultura futebolística brasileira. Usarei este espaço, ao qual pela primeira vez tratarei sobre o tema futebol, para apresentar a minha sugestão de um novo formato de campeonato gaúcho de futebol – Gauchão.

Antes de propor quero apresentar alguns números. Cada clube faz no mínimo 7 partidas em seus domínios atualmente. E pode, no máximo, jogar 15 jogos se chegar a todas as finais que o torneio proporciona no atual formato. Dentro dessa realidade, a média de público de cada clube no campeonato gaúcho é a seguinte:

1 – GRÊMIO (TOTAL: 77.274 + 52.218 = 129.492 / MÉDIA = 12.949)
2 – INTERNACIONAL (TOTAL: 32.232 + 93.204 = 125.436 / MÉDIA = 10.453)
3 – JUVENTUDE (TOTAL: 20.466 + 29.923 = 50.389 / MÉDIA = 4.581)
4 – CAXIAS (TOTAL: 18.904 + 14.472 = 33.376 / MÉDIA = 3.708)
5 – YPIRANGA (TOTAL: 10.031 + 9.233 = 19.264 / MÉDIA = 2.408)
6 – PELOTAS (TOTAL: 6.832 + 11.624 = 18.456 / MÉDIA = 2.307)
7 – SÃO LUIZ (TOTAL: 4.200 + 3.312 = 7.512 / MÉDIA = 939)
8 – VERANÓPOLIS (TOTAL: 3.452 + 1.389 = 4.841 / MÉDIA = 605)
9 – CRUZEIRO (TOTAL: 651 + 4.394 = 5.045 / MÉDIA = 560)
10 – INTER-SM (TOTAL: 2.564 + 1.346 = 3.910 / MÉDIA = 558)
11 – LAJEADENSE (TOTAL: 2.730 + 946 = 3.676 / MÉDIA = 459)
12 – PORTO ALEGRE (TOTAL: 234 + 2.863 = 3.097 / MÉDIA = 442)
13 – NOVO HAMBURGO (TOTAL: 2.388 + 223 = 2.611 / MÉDIA = 373)
14 – SANTA CRUZ (TOTAL: 615 + 1.994 = 2.609 / MÉDIA = 373)
15 – SÃO JOSÉ (TOTAL: 450 + 2.076 = 2.526 / MÉDIA = 316)
16 – CANOAS (TOTAL: 1.797 + 62 = 1.859 / MÉDIA = 310)

Destaquei os números de cada clube para que fique clara a falência do campeonato no tocante à atração de público. Tal torneio é apenas o 9° colocado no Brasil em número de público! E, mesmo assim, o discurso dos pequenos clubes do interior sempre se baseia em jogar pelo menos uma partida contra um dos times da Dupla Gre-Nal. Pois assim, segundo eles, garante-se renda p/ seguir no campeonato. Convenhamos, trata-se de um discurso pobre e de quem não possui a mínima ambição de vitória no certame. E essa média de público é ridícula mesmo com este tal jogo contra um dos grandes do RS.

Digo isto tudo em função da proposta que apresento agora: um campeonato estadual de futebol não mais pode ser um campeonato. Deve ser uma Copa! E como seria essa Copa? Minha ideia seriam 4 grupos de 5 clubes, em que classificariam os 2 primeiros colocados para as fases seguintes, eliminatórias. Estes grupos seriam sediados em 4 cidades, em que o clube para ser sede deve ter estádio para no mínimo 10 mil pessoas, com acomodações minimamente confortáveis para o público, bons vestiários para os atletas, boa estrutura para a imprensa e iluminação. Não poderiam ser sedes os estádios da Dupla Gre-Nal, de modo que os jogos aconteceriam nos estádios dos clubes do interior ou dos clubes menores da capital. Antes de pensarem que apenas 4 clubes seriam agraciados com a renda dos jogos, poderia ser feito um sistema de rateio dessas rendas, em que se dividiria o lucro. Tudo gerenciado pela Federação gaúcha de Futebol.

Além disso, minha ideia é uma divisão em 4 clubes cabeças de chave, sendo 2 deles a Dupla Gre-Nal, e os outros 2 determinados por um ranking de desempenho nos últimos campeonatos. Assim, teríamos 4 clubes de maior força técnica levando às cidades sedes bons confrontos com os demais. Os outros dois clubes cabeças de chave também poderiam ser sedes do campeonato, desde que atendam as condições físicas e estruturais citadas acima. Como seriam realizadas 2 partidas por rodada em cada sede, estes jogos poderiam ser realizados no mesmo dia ou em dias diferentes, dependendo do tamanho do público estimado e da capacidade de cada sede de gerar presença de público nos jogos. Na sequência do torneio, teríamos quartas de final, semifinal e final. Todas estas fases eliminatórias seriam disputadas em duas partidas, ida e volta, nas sedes dos clubes classificados, desde que tais sedes tenham as mesmas condições mínimas para realização, conforme anteriormente citado. Assim, recompensaria os clubes vencedores com rendas para si nesses jogos. Em relação ao descenso, os 2 clubes últimos colocados de cada grupo participariam de um torneio que definiria a permanência na primeira divisão. Seriam 2 grupos de 4 clubes, em que os 2 últimos de cada grupo seriam os rebaixados, substituídos pelos 4 clubes ascendentes da divisão inferior. Os jogos seriam de ida e volta, todos contra todos em cada grupo, nas sedes dos clubes.

Ademais, como benefício, proveríamos o torneio com 20 clubes jogando em um período de no máximo 2 meses, com a grande maioria dos jogos acontecendo nos finais de semana. Isto, porque seriam 5 datas para a primeira fase e mais 6 datas para as finais. Ou seja, apenas 11 datas. Isso seria importantíssimo para que os clubes pudessem fazer uma pré-temporada adequada e justa para que as condições de trabalho sejam capazes de suportar uma temporada toda. A proposta é de que o campeonato se iniciasse na metade de fevereiro e seguisse até início de abril.

Como disse anteriormente, a alegação contrária é de que se jogaria pouco tempo e apenas em algumas sedes. Sim, concordo. Mas um clube deve se preparar para jogar o restante do calendário anual do futebol em competições nacionais, buscando ascender tecnicamente e, assim, agregando maior faturamento nestes torneios além fronteiras do RS ao avançar por suas fases. Além disso, sempre há os torneios estaduais de segundo semestre. Em relação aos jogos em poucas cidades, estas não seriam fixas. Se quiser ser agraciado como sede, basta cumprir os requisitos mínimos, além de buscar a classificação para as fases finais e ter jogos de importância em sua sede. Obviamente, haveria um rodízio nas sedes, de modo que todas as comunidades que apresentem condições sejam contempladas com o Torneio.

Seria, sem dúvidas, uma nova realidade futebolística dentro do Brasil, além de ser um alavancador de melhorias nas estruturas físicas dos clubes. Muitos já apresentam bons estádios, faltando ajustes. Falo dos estádios de Caxias, Pelotas, Erechim, Lajeado, Bento Gonçalves, Passo Fundo, Canoas, o novo do Cruzeiro em Cachoeirinha e o Passo D’Areia em Porto Alegre. Outros precisam de melhorias, reformas, mas podem ser opções, como o estádio do Novo Hamburgo, do Aimoré, o Torquato Pontes em Rio Grande, além do projeto de novo estádio do São Luiz em Ijuí. E teríamos ainda, caso algum clube de Livramento estiver na primeira divisão, a possibilidade de uso do estádio de Rivera, no Uruguai.

Portanto, sei que a proposta é polêmica, mas, mesmo assim, vale o debate. O que já passou é o tempo do amadorismo para o futebol gaúcho e brasileiro e o silêncio que nos cerca. Ou se busca melhorar, ou se dá passagem a quem quer crescer e elevar nosso futebol.

Alternativa: para fechar a conta e aliviar um pouco, como opção menos radical, os clubes poderiam jogar dentro do mesmo formato de 4 grupos, mas com partidas de ida e volta em cada uma das sedes dos clubes. Aumentaria em 5 datas o campeonato e apertaria o espaço entre as partidas. Porém, seria uma alternativa…

Anúncios

About Daniel Mello

Coordenador Comercial na Infoar - Mais Continental; Consultor em Marketing Direto e MKT de Relacionamento; Professor de Língua Portuguesa. Um profissional dedicado aos encantos da área comercial e aos mistérios da Comunicação Escrita e Produção de Textos! Um cara sempre em busca de aprendizado. E pronto para dividir expectativas, anseios e um pouquinho de conteúdo! ;)
Esta entrada foi publicada em Esportes e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s